Este website só é possível devido à publicidade nele contida.
Por favor desligue o seu bloqueador de publicidade neste site, e ajude-nos a mantê-lo no ar.
Obrigado.
Clique em OK para obter dicas de pesquisa neste critério


OK                        
Este critério de pesquisa está acessível apenas a Membros VIP.
Se já é Membro VIP faça Login. Para se tornar Membro VIP clique aqui.


                        
EnglishPortuguês




Fernando Farinha

Fadistas - Actualizado em Abril 16, 2017
Talvez poucas pessoas saibam que esta figura tão típica da cidade de Lisboa e da sua memória nasceu, afinal, no Barreiro, em 1928.

O seu pai, barbeiro, decide tentar a sorte na capital e, com 8 anos, o pequeno Fernando vem viver para o bairro do Bica.
 
No ano seguinte canta pela primeira vez em público, num concurso entre bairros. Triunfante, com alcunha logo ali ficou: o "Miúdo da Bica". Com 11 anos, por morte o pai, torna-se profissional do fado, para o que foi precisa licença especial. Apoiado pelo conhecido empresário José Miguel, vai ganhar 50 escudos por noite no Café Mondego. Pela mão de Fernando Santos, jornalista e autor, entra ainda criança no Teatro de Revista (Boa Vai Ela), na qual se estreia, igualmente, Laura Alves. Aufere 100 escudos por noite. Assim ampara a família.O percurso das casas de fados será o seu destino nos anos que se seguem: Retiro da Severa, Solar da Alegria, Café Latino.

Com 23 anos vai pela primeira vez ao Brasil. Aí estará durante quatro meses, actuando nas rádios Tupi e Record, de São Paulo. Ao longo de toda a década de cinquenta internacionalizará, progressivamente, a sua carreira junto das prósperas comunidades portuguesas, sobretudo do Brasil.
 
Em 1957 é nomeado "A Voz mais portuguesa de Portugal", pela Rádio Peninsular.
Presente na televisão desde os seus alvores, Fernando Farinha participa no programa Melodias de Sempre.

A década de sessenta é o culminar da sua popularidade. Segundo classificado em 1961, triunfa em 1962 como Rei da Rádio. No ano seguinte vence o primeiro galardão "Disco de Ouro", à frente de Calvário e de Tudela. Em 1963 ganha o Oscar da Casa da Imprensa para melhor fadista. Participou nos filmes O Miúdo da Bica e Última Pega.
Continuou a sua carreira nas décadas seguintes, actuando sobretudo para as comunidades de emigrantes. Uma das suas facetas menos conhecidas é a sua capacidade como letrista e poeta popular.

A sua carreira foi de 53 anos em que lançou gravações de emormes éxitos como Belos Tempos, Deus Queira, Não Isso Não, Destino Marcado, Canção de Lisboa, Fado das Trincheiras e centenas mais.
Em 1963 foi premiado Rei da Rádio e o seu sucesso encontrou-o durante as décadas de 60 e 70.
 
Foi um artista muito querido pelos emigrantes Portuguêses espalhados pelo mundo e realizou diversas digressões pelo estrangeiro e foi numa delas ao Canadá em 1984 que o conheci pessoalmente e mantive como amigo até à sua morte em 1988.
Era uma pessoa simples, nostálgica e gostava de discutir política.
Disposto para ajudar, foi um grande poeta e tocava viola aonde musicou diversos dos seus poemas.
Foi casado cerca de quarenta anos e sem filhos; morou mais de trinta anos na mesma casa na Rua Maria Pia que eu frequentei várias vezes.

Foi um dos primeiros fadistas a gravar e actuar com a presença do instrumento viola-baixo tocado pelo Joel Pina no celebrado Conjunto de Guitarras de Raúl Nery.
Foi respeitado por outros artistas afastados do fado e seus grandes amigos foram Tristão da Silva, Manuel de Almeida, Raúl Nery e António Calvário.

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar Imagem



Comentários 

+1 #1 joao almeida 2009-01-15 01:43 eis como vai o nosso fado nomes como o fernando farinha , alfredo marceneiro ,julio vietas,joaquim campos,que alem de grandes fadistas deixaram uma obra incrivel no fado e tirando o alfredo marceneiro mais nenhum deles é falado se calhar se o apelido deles fosse carmo,braga,per eira,bastos ou moutinho tinham ainda hoje uma fama inalcançavel.senhores que se dizem fadistas tenham um pouco de vergonha e estejam calados Citação
#2 ALEX MADEIRA 2009-12-05 22:34 indiscutivel realmente o valor deste pequeno grande homem; GRANDE FERNANDO FARINHA,era um fora de serie, a dicçao,o poder de afinaçao,a projecçao da sua voz, foi um fadista exemplar!!
e andam pra ai uma certa boa quantidade de artistas a dar recados de fado e a pensarem que teem talento!!
Citação
#3 mota 2010-01-19 10:40 fernando farinha um dos maiores,senão o maior.as altas entidades poderão esquecelo mas o povo nao o esquece,fadista s com F grande resta-nos CARLOS DO CARMO,no femenino há alguns valores no masculino as coisas estão pretas,andam por aí muitas vozes a desvirtuar o fado.para minha mágua. soudações fadistas Citação
#4 joca 2010-02-03 19:31 eu assino por baixo tudo o ke diz o Alex Madeira tens toda a razão amigo esta malta nao sabe o ke diz e só come o ke lhe dão a comer nao sabem proucurar ouvem as gritarias e acabou.este senhor deixou uma obra incrivel desde poemas a musicas e se nao sabiam o senhor Fernando Farinha era um bom viola de fado mais uma para o palmares de um GRANDE do fado Citação
#5 Alberto Saraiva 2011-07-08 00:06 É evidente que o Fernando Farinha foi um grande Fadista,e ombreou com os melhores da sua geração.A sua voz bem timbrada e cristalina não será esquecida.Faço um pequeno programa de fados numa Rádio local,e regularmente ponho no ar a sua excelente voz.`É o que posso fazer em memória do nosso caro Miudo da Bica. Citação
#6 ceu simoes 2011-08-04 21:55 adoro fernando farinha.tive a sorte de o ouvir cantar em frança, era uma pessoa muito simples, e uma voz encantadora.tenho muitas saudade de o nao tornar a ouvi lo sobretudo um fado chamado"ela passou" que nao consigo ouvir no you tube. Citação
#7 Carlos Branquinho 2013-12-07 15:31 Foi um fadista que jamais ficará esquecido dos portugueses,é uma voz sempre actualizada.As letras que nos deixou, sempre que oiço balbuciam-me as lágrimas eram fados que entravam no coração.Nunca esquecerei a voz deste homem que infelizmente nos deixou cedo de mais. Citação
#8 antonio lucio moreira marques 2017-04-27 15:32 Desde pequeno que sempre ouvi o Farinha , na rádio. De facto , agora estando com a idade que estou, mais o admiro. De voz límpida , os seus versos cantados são perfeitamente legíveis , ao contrário de outros fadistas que quase nada se percebe o que estão cantando. Saudades deste e de outros que já partiram , que tinham um timbre de voz fantásticos. Até sempre. Citação
Uma fragrância sedutora só para homens!

Loja Online

Deolinda - Mundo pequenino
Deolinda - Mundo pequenino
€12.00


Maria Alice - A voz do povo
Maria Alice - A voz do povo
€15.00


Unos españoles en la corte del rey Fado
Unos españoles en la corte del rey Fado
€17.90


Michel Giacometti - Filmografia Vol.07
Michel Giacometti - Filmografia Vol.07
€8.90


Amália no Mundo - Sinais de uma vida nos sulcos do vinil
Amália no Mundo - Sinais de uma vida nos...
€75.00


               

Redes Sociais

       

Newsletter

Subscreva a nossa Newsletter.

Portal do Fado


©2006-2017 Todos os direitos reservados.