Este website só é possível devido à publicidade nele contida.
Por favor desligue o seu bloqueador de publicidade neste site, e ajude-nos a mantê-lo no ar.
Obrigado.
EnglishPortuguês




Yolanda Soares - Royal Fado

Edições - Fevereiro 15, 2017
Neste terceiro álbum, Yolanda Soares inspira-se novamente em Fados Amalianos.

Amália é a sua grande influência dentro do Fado, mas numa época muito específica da carreira de Amália, onde o Fado sofreu uma “transformação”, quer com a escolha de autores mais eruditos (como Camões por exemplo) quer pelas melodias mais complexas e elaboradas ( principalmente as do compositor Alain Oulman ). 

Nessa época os guitarristas tinham alguma dificuldade em abordar tais fados, e em tom irónico diziam: “... lá vai ela para as óperas...” . Foi exactamente este termo que serviu de inspiração para todo um conceito onde Yolanda Soares recria alguns fados Amalianos dando-lhes o carácter romântico da ópera e acrescentando também sonoridades da World music ( Flamenco, Tango, Oriental etc...). Reconhece-se em Yolanda Soares uma capacidade de criar, inovar e trazer sempre alguma surpresa aos seus projectos e este não é excepção. 

Royal Fado é isso uma inspiração artística e musical que começa no Fado, é envolvido em música clássica e ainda ornamentado com estilos da dita “World Music”, onde o Fado é Rei inspirando tudo o resto, e onde o povo ascende ao trono com este estilo musical tão representativo de um sentimento.De uma alma. De um Pais. É por este facto que Yolanda Soares apresenta agora, como single deste CD , e como primeira abordagem deste conceito, um Fado que Carlos Paião fez para Amália intitulado de “ O nosso povo”. 

Para Yolanda Soares os fados mais arrojados de Amália não são de todo diferentes da ópera, já que na sua essência comportam uma carga emocional, um virtuosismo vocal e uma complexidade melódica que se poderia quase associar a árias de Puccini ou Verdi. A uma época romântica e virtuosa. Não é de todo atrevido dizer que Amália é a nossa Callas do Fado. 

Yolanda decidiu abordar os Fados de Amália escolhendo a Harpa como instrumento “chave” para esta abordagem, onde pretende unir o Fado a uma linha de época mais romântica e também do “universo” world music. Neste trabalho Yolanda Soares associa o Fado à nobreza não esquecendo que a monarquia também tem e teve um peso fundamental na estrutura arquitetónica e cultural de Portugal. 

Na procura de todo este universo, Yolanda Soares decidiu convidar uma artista muito especial, oriunda do País de Gales (ao qual a Harpa está muito associada), a conceituada ex-harpista oficial da casa Real Inglesa, Claire Jones, que dá esse toque necessário de romantismo e nobreza, e que juntamente com a nobreza de “toque” da guitarra Portuguesa de Custódio Castelo e os arranjos do percussionista e compositor Chris Marshall cruzam as fronteiras da distância e acrescentam aos Fados Amalianos uma sonoridade única . 

Ancestral , romântica, mas também tradicional, universal e moderna. É um trabalho que passa as fronteiras do tradicional. Vai além de conceitos estanques e abrange universos muito generalizados.

Edição: By the music; 2016

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar Imagem


Uma fragrância que prima pela diferença!

Loja Online

Ana Guerra - Maria das Quimeras
Ana Guerra - Maria das Quimeras
€15.00


Ercília Costa - A santa do fado
Ercília Costa - A santa do fado
€15.00


Cristina Branco - Corpo Iluminado
Cristina Branco - Corpo Iluminado
€12.00


Michel Giacometti - Filmografia Completa 12 Volumes
Michel Giacometti - Filmografia Completa...
€100.00

Armandinho - O génio da guitarra
Armandinho - O génio da guitarra
€15.00



               

Redes Sociais

       

Newsletter

Subscreva a nossa Newsletter.

Portal do Fado


©2006-2016 Todos os direitos reservados.