Este website só é possível devido à publicidade nele contida.
Por favor desligue o seu bloqueador de publicidade neste site, e ajude-nos a mantê-lo no ar.
Obrigado.
EnglishPortuguês




Carlos do Carmo no Casino Lisboa

Concertos - Novembro 07, 2006
Já perdi a conta ao número de concertos dados por Carlos do Carmo a que já assisti - creio que o primeiro foi no Teatro Camões - e creio que acabo sempre por achar que o último é sempre melhor que o anterior. 

Casino Lisboa - Lisboa - 04/11/06

 

Já perdi a conta ao número de concertos dados por Carlos do Carmo a que já assisti - creio que o primeiro foi no Teatro Camões - e creio que acabo sempre por achar que o último é sempre melhor que o anterior. Desta vez... a história repete-se.  Foi um grande, grande concerto. Sala cheia com um público de elite, usando uma expressão do próprio Carlos do Carmo. Recebido logo em apoteose, o ritmo manteve-se assim até ao final. Muito humor, muitas verdades e inúmeros recados à industria discográfica e às rádios portuguesas. - « Se me quiserem ouvir cantar, sintonizem a Radio Nacional de Espanha... canto lá todas as noites », ironizava Carlos do Carmo, referindo que passa mais música portuguesa nas rádios estrangeiras que nas nacionais.

Homenageou Lucilia do Carmo que, se fosse viva, completaria neste dia 4 de Novembro, 87 anos de vida. Carlos do Carmo escolheu cantar do reportório de sua mãe o fado que ele e o pai mais gostavam de ouvir Lucilia cantar - Olhos Garotos (que a fadista Raquel Tavares incluiu no seu disco de estreia). Este tema trouxe também consigo uma homenagem a Jaime Santos e João Linhares Barbosa.Carlos do Carmo abriu-nos o apetite durante o concerto ao cantar três novissimos fados que irão estar presentes no seu próximo disco, cuja gravação irá começar dentro de meses. Colocou os óculos, pediu desculpa por ter de usar cábula e cantou três espantosos fados. Um escrito por Nuno Júdice, outro por Júlio Pomar (sim, o pintor) e um outro, se a memória não me falha, por Fernando Pinto do Amaral. Os fados são fantásticos, surpreendentes, sendo o fado mais jovem o escrito pelo octogenário Júlio Pomar. Pela amostra dada será, com toda a segurança, um disco cheio de emoções e que nos irá trazer toda uma nova geração de poetas para o Fado.

O resto, foi todo um desfilar de parte dos grandes êxitos de Carlos do Carmo - faltando apenas, com grande pena minha, Estrela da Tarde, de Ary dos Santos -, recentes ou antigos... na sua maioria acompanhados pela belissima Orquestra Sinfonietta de Lisboa. Foram duas horas de pura magia em que eu pude exorcizar e transpôr vários estados de alma, fosse choro ou riso, melancolia ou euforia, Vida ou Morte.Quanto à voz e postura de Carlos do Carmo em palco nem vale a pena referir... são 43 anos a pisar as tábuas... já não tem que provar nada a ninguém. As ovações de pé, os bravo, os demorados encores e as caras comovidas e satisfeitas da assistência disseram tudo.Como se vê, foi mesmo uma noite de JACKPOT e dos grandes... e ainda tive direito ao fado (ou cançã0) No teu Poema que, a meu ver, é um dos mais belos poemas de sempre (então a versão cantada por Simone de Oliveira derrota-me por completo).Só me resta dizer - Obrigado!

José Daniel Ferreira

 

Comentar


Código de segurança
Actualizar Imagem


Uma fragrância que prima pela diferença!

Loja Online

Michel Giacometti - Filmografia Vol.03
Michel Giacometti - Filmografia Vol.03
€8.90


Amália Rodrigues - A diva do Fado
Amália Rodrigues - A diva do Fado
€15.00


Michel Giacometti - Filmografia Vol.10
Michel Giacometti - Filmografia Vol.10
€8.90


Michel Giacometti - Filmografia Vol.09
Michel Giacometti - Filmografia Vol.09
€8.90


Liliana Martins - Corpo-Fado
Liliana Martins - Corpo-Fado
€12.00



               

Redes Sociais

       

Newsletter

Subscreva a nossa Newsletter.

Portal do Fado


©2006-2016 Todos os direitos reservados.