EnglishPortuguês




Geral | A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z

arrow Outras Músicas

António Zambujo

António Zambujo nasceu em Setembro de 1975, em Beja. Cresceu a ouvir os cantares alentejanos, que viriam a ter influência na sua formação musical.


Aos oito anos iniciou seus estudos de clarinete no Conservatório Regional do Baixo-Alentejo mas desde muito jovem se apaixonou pelo fado, tendo como referências Amália Rodrigues, Maria Teresa de Noronha, Alfredo Marceneiro, João Ferreira Rosa, Max, entre outros. Cantava entre família e amigos e aos dezasseis anos ganhou um concurso de fado local.

Finalizados os seus estudos de clarinete, mudou-se para Lisboa. Mário Pacheco, reconhecido intérprete e compositor de guitarra portuguesa, imediatamente o incluiu no elenco do seu prestigioso Clube do Fado, no bairro de Alfama.
Pouco depois, realizou os testes para o musical "Amália", dirigido por Filipe La Féria, um dos mais conhecidos encenadores de Portugal. Zambujo interpretou o papel de Francisco Cruz, o primeiro marido de Amália. A obra esteve em cartaz durante quatro anos em Lisboa, para depois percorrer todos os cantos do país. Com este papel, obteve um grande carinho por parte do público, além de adquirir larga experiência e disciplina.

Em 2002, edita o seu primeiro trabalho discográfico, "O mesmo fado", no qual as influências musicais do Alentejo são marcantes. Alguns fados foram compostos pelo próprio Zambujo, além de outros escritos por reconhecidos poetas do universo fadista como José Luis Gordo e Mário Rainho.
Neste mesmo ano, devido ao grande êxito de "O mesmo fado", a Rádio Nova FM atribuiu-lhe o prémio de "Melhor Nova Voz do Fado, anteriormente oferecido a intérpretes como Mariza, Camané, Mafalda Arnauth, entre outros.

Em 2004, editou o seu segundo disco, "Por meu cante", no qual aprofunda as suas raízes alentejanas, recuperando temas do cancioneiro da sua região natal para fundi-las com novas tendências do fado. Para este trabalho contou com a colaboração dos músicos Paulo Parreira (guitarra portuguesa) e Ricardo Cruz (contrabaixo).

Em 2006, ganha o prémio Amália Rodrigues (atribuído pela Fundação Amália Rodrigues") na categoria de "Melhor Intérprete Masculino de Fado".

Actualmente, António Zambujo canta na casa de fado Sr. Vinho. Além dos seus concertos em Portugal, tem-se apresentado em salas no estrangeiro como em Toronto, Paris, Santander, Sarajevo, Zagreb e Londres (seleccionado pela Fundação Calouste Gulbenkian para o Festival Atlantic Waves). Ao lado de Carla Pires e Liana, participou na Festa do Avante em 2006 na homenagem ao compositor Alain Oulman, grande responsável por alguns dos maiores sucessos de Amália Rodrigues.

No Verão de 2007, foi convidado para encerrar a "Festa do Fado" do Castelo São Jorge tendo como convidado Luis Represas.

Em Setembro do mesmo ano, lança o seu terceiro álbum "Outro Sentido", com produção musical de Ricardo Cruz e a participação especial das Vozes Búlgaras Angelite. Em "Outro sentido", António Zambujo canta e sente o fado à sua maneira, apontando outras direcções para a sua música.
António Zambujo, dono de uma voz pouco comum nos meios fadistas e de uma extrema sensibilidade na sua interpretação é, sem dúvida, uma sólida referência a ter em conta quando se fala do fado masculino.


 

Comentar


Código de segurança
Actualizar Imagem



Adoramos o que fazemos!

Loja Online

Michel Giacometti - Filmografia Vol.02
Michel Giacometti - Filmografia Vol.02
€8.90


Ercília Costa - A santa do fado
Ercília Costa - A santa do fado
€15.00


Cristina Gonçalves - Porto meu
Cristina Gonçalves - Porto meu
€15.00


Michel Giacometti - Filmografia Vol.05
Michel Giacometti - Filmografia Vol.05
€8.90


Cláudia Madur - Fado sem Tempo
Cláudia Madur - Fado sem Tempo
€15.00