EnglishPortuguês
Coração de Alfama
Dobrando o chafariz de EL-Rei para o terreiro do Trigo, entramos pelo Arco do Rosário e encontramos a Judiaria. A Judiaria de Alfama (bairro judeu) ficava no sítio da actual Rua da Judiaria: a zona de Alfama segue junto ao muro do lado virado ao mar até à torre de São Pedro, em 1379 havia ali uma sinagoga mandada encerrar pouco depois por D. Fernando, por esta se encontrar em lugar que perturbava as orações na igreja de São Pedro.

Junto a algumas cidades mais importantes existiam quase sempre as Judarias, ou as Mourarias, recintos separados e privativos para habitação dos Judeus e Mouros tolerados na sociedade. Desde o uso na idade média restam em Lisboa vestígios claros no nome de duas serventias públicas: a Mouraria e a Judiaria (nome que ainda se mantém na Rua até ao Terreiro do Trigo) ficava por último dentro de outro lanço da referida muralha; e o mesmo sucedia a outras Judiarias do Reino sempre dentro da área delimitada pelos muros.

É aqui que nasceu em 1929 a actual Casa de Fado o “Coração d’Alfama“ esta casa, antigamente, era conhecida pela Taberna do “Chico da cova funda” onde, além de comer os pratos tradicionais, ao mesmo tempo se convivia politicamente. De facto era aqui que se reuniam os trabalhadores para discutir e fazer propaganda antifascistas.

Existem ainda testemunhos nos próprios moradores de Alfama. Actualmente, “Coração d’Alfama“, restaurante típico ,oferece noites de fado aos clientes que nos visitam, é aqui que o fado fica no tempo que passa... que as noites são inesquecíveis no convívio entre os sabores da comida tradicional portuguesa e do bom fado. Silêncio, que se vai cantar o Fado!


Informações de contacto

Contactar Coração de Alfama


Recomendar Coração de Alfama a um amigo


De:
Para:

Comentar



É Fadista ou Músico? Tem uma Casa de Fados ou um Restaurante?

Inscreva-se no Directório do Fado e rentabilize a sua actividade. É GRATIS!


Clique aqui
Rentabilize o seu negócio!

Categorias

PROCURA e OFERTA de Músicos!
Não procure mais... está tudo aqui!

Redes Sociais

     

Newsletter

Mantenha-se actualizado com as novidades do Fado.

Portal do Fado

©2006-2024  Todos os direitos reservados.