EnglishPortuguês

Luisa Basto - um hino ao Alentejo

Arquivo - Agosto 01, 2010
Passou mais um 10 de Junho e Luísa Basto é esquecida, apesar dos seus 40 anos de carreira prestigiada. Uma mulher com passadas gigantes por toda a parte.

Sim, ela foi sempre uma cantora de intervenção. Antes e depois do 25 de Abril. Com que voz, com que alma. A marcar toda uma geração que nunca esqueceu as suas canções de grande qualidade artística.

Chama-se Úrsula Lobato e foi Álvaro Cunhal quem a baptizou de Luísa Basto. Soube honrar o nome e tudo aquilo em que acreditou e acredita. Nasceu no Alentejo, na Aldeia Vale de Vargo, na bela Serpa. Estudou canto e música, licenciando-se em 1973, no Instituto Musical Pedagógico do Estado de Moscovo, na Rússia. Regressa a Portugal e, "orgulhosa sempre de ser portuguesa".

O seu nome está ligado a centenas de espectáculos não só pelo País, como por quase todo o Mundo. Os seus discos mostram a sua força, a raça, e um estilo personalizado, belíssimo. O seu canto/encanto revela-nos uma cantora de excepção absoluta. E regista canções maravilha, com assinaturas de nomes grados da cultura. Eugénio de Andrade, José Gomes Ferreira, Manuel da Fonseca, Florbela Espanca, Fernando Tordo, Ary dos Santos e tantos mais.

A sua voz emocionada está registada no ‘Avante Camarada' do Partido Comunista.

O seu percurso de voluntariado é extenso. Activista na sociedade em prol dos mais desfavorecidos. Lá Féria convida-a para a continuidade do musical ‘Amália' e a sua prestação como a Diva do fado é elogiada por todos.

Um hino ao Alentejo

Com um talento e qualidade inigualáveis, o seu trabalho discográfico ‘Alentejo' é um autêntico hino de amor à terra e suas gentes. E após 40 anos de cantigas, Luísa Basto canta como sabe. No seu restaurante ‘Forno de Cima' para lá da banda do rio Tejo, e no Pragal, as tertúlias acontecem e são muitos os nomes conceituados que ali estão no "Venha jantar com...".


Artigos Relacionados


Comentários
#1 Josué Canaverde 2015-09-01 22:35 Falta sublinhar e gritar bem alto, que esta grande mulher, que por acaso é uma grande cantora desde há 40 anos a honrar Portugal e a cultura Portuguesa pelo mundo. A minha repugna por nunca ter havido um presidente da Republica deste Pais, que lhe reconhecesse mérito…É UMA ENORME INJUSTIÇA PARA NÃO LHE CHAMAR OUTRA COISA. Citação
PROCURA e OFERTA de Músicos!
Não procure mais... está tudo aqui!

Redes Sociais

     

Newsletter

Mantenha-se actualizado com as novidades do Fado.

Portal do Fado

©2006-2024  Todos os direitos reservados.