EnglishPortuguês

Cuca Roseta: “A música é a minha pele”

Entrevistas - Outubro 21, 2015
Acreditar que é possível concretizar um sonho torna-se um segredo dos mais bens guardados que a nossa alma retém.

Numa vida em que acreditar no que sentimos e seguir esse caminho é quase perigoso, existem aqueles que tudo arriscam, sem medo e sem olhar para trás perseguem um trilho em que a palavra desistir não cabe na mochila de caminhada. Cuca Roseta é a pureza, é a água transparente no fado, é o amor em forma de voz que nos entra no ouvido e desagua na alma. A fadista, a mulher, a mãe, aceitou de braços abertos este pai adoptivo que se transformou no seu eu mais profundo, no seu mentor, no seu futuro, transformando-a numa das mulheres que concentra na sua voz um dos maiores orgulhos nacionais: O fado.

 

O fado chegou e chamou-te, como tem sido essa relação que começou num blind date ?

Fantástica, descobri-me a mim própria quando descobri o fado, eu nasci para cantar fado e tudo passou a fazer sentido quando o comecei a cantar.

 

Para ti, o fado tem que ser verdadeiro, cru, sem maquilhagem?

O fado é a nossa verdade, o fado encontro na sua pureza a maior beleza de todas, assim como a natureza e é por isso que tenho sempre um elemento da natureza nos meus discos: a pena, a raiz, a água…

O fado é a experiência da nossa vida cantada em declamação da história que contamos. Não existe para mostrar a voz mas para mostrar um sentimento interior de algo intenso que foi vivido e que não pode ser camuflado ou emprestado. O fado são as nossas impressões digitais em voz..

 

Que verdade é esta que tanto cantas por baixo desse véu de fadista?

A minha verdade. A minha vida, as minhas experiências, quem eu sou as minhas alegrias, as minhas tristezas, as minhas conquistas, a minha luta, as minhas desilusões, a minha nostalgia e pensamento sobre a vida.

 

Neste que é o mês da música e sendo tu, a Cuca Roseta do pop e do rock que embalaste nos braços do fado, como descreves esse caminho?

A musica é a minha pele, eu sou toda música, toda sensibilidade, toda fado. O pop rock foi apenas o estágio para descobrir a minha paixão que é o fado.

 

Dizes muitas vezes que o fado dá mais pica do que o rock, já percebi que te dá muito mais luta. Nesse braço de ferro, que dores se levantam enquanto abraças o desafio?

O fado cresce e acompanha-nos lado a lado com a nossa experiência de vida, no fado cantam-se todas as emoções que vivemos e revivemo-las cada vez que cantamos.O fado é um crescimento interior brutal, um crescimento poético e de dicção, de contador de historias, mais do que apenas uma voz, de intérprete da vida..

 

Acreditas que o fado é a tua missão nesta vida? Vê-lo com uma paixão ou um amor eterno?

O Fado sou eu. Nasci para cantar Fado, não podia fazer mais nada, não podia cantar outro qualquer género musical..Só me revejo no fado, só consigo ser eu no Fado. Sofia Araújo



Artigos Relacionados


PROCURA e OFERTA de Músicos!
Não procure mais... está tudo aqui!

Redes Sociais

     

Newsletter

Mantenha-se actualizado com as novidades do Fado.

Portal do Fado

©2006-2024  Todos os direitos reservados.