EnglishPortuguês

O fado no Brasil: Florência

Florência é do Porto, uma das mais belas cidades portuguesas. Bela também é a voz desta intérprete.

Veio para o Brasil em 1953, aos 15 anos, na companhia de seus pais, foram residir na cidade maravilhosa.

Não demorou muito para Florência ser descoberta pelo fadista Manoel Monteiro, que a levou para fazer um teste na gravadora Todamérica.

Conseguiu gravar seu primeiro disco de 78 rotações e de seguida gravou um LP. Passou a ser conhecida como Florência de Fátima. Foi contratada da Rádio e TV Tupi carioca.

O compositor e fadista Joaquim Pimentel compôs para Florência os primeiros sucessos. Do seu primeiro LP, lançado em 1959, destacamos o fado “Velho Portugal menino”, com música de Abel Ferreira e versos de Vânia Ferreira. Com certeza, a gravação resultou numa bonita combinação: a voz de Florência e o clarinete de Abel em “Velho Portugal menino”.

Conhecido chorão, o clarinetista brasileiro Abel Ferreira (1915 – 1980) tem o seu nome ligado ao Choro, um género de musica popular instrumental brasileira. Também pertencia ao elenco da Todamérica.

Entre as suas composições mais conhecidas estão “Chorando baixinho”, “Doce melodia” e “Acariciando” (com Lourival Faissal).

O músico esteve duas vezes na Europa, com destaque, para as suas atuações em Portugal em 1958. Conta-nos a cantora Vânia Ferreira, filha do músico Abel Ferreira e irmã do maestro Leonardo Bruno: “Tive a felicidade de compôr essa letra quando eu tinha 16 anos. O meu pai havia passado alguns meses em Portugal afeiçoado-se à ‘terrinha’, onde fez muitos amigos. Voltou com o coração cheio de lembranças e saudades. Nos sentamos, ele com o violão, como fazia em momentos de mais intimidade, e eu com a voz. Nós dois íamos cantarolando a melodia. Algumas ideias iam brotando em mim, como se eu também estivera em Portugal. E assim, foram aparecendo as estrofes, num português que fundia as duas pátrias. Desde então, ‘Velho Portugal menino’ fez parte do meu repertório, toda vez que me apresentava ao lado dele e me embalava ao doce e inigualável som de seu clarinete”. Thais Matarazzo


Related Articles


Não procure mais... está tudo aqui!
Não procure mais... está tudo aqui!

Social Network

     

Newsletter

Subscribe our Newsletter.
Stay updated with the Fado news.

Portal do Fado

© 2006-2024  All rights reserved.