EnglishPortuguês

Ana Moura de volta aos palcos internacionais com novas sonoridades a colorir o Fado

Notícias - Junho 18, 2022
Ana Moura está de regresso aos palcos internacionais e com um trabalho inovador no universo do Fado.

A artista portuguesa lança em setembro um novo álbum, onde a tradição fadista lisboeta se funde a ritmos de outras latitudes, nomeadamente de Angola.

Encontrámos Ana Moura, em Lyon, França, poucas horas antes de a fadista se apresentar ao vivo, no primeiro concerto fora de Portugal desde que foi mãe da agora inseparável Emília.

A fadista falou de "um disco especial" e que por isso "está também a custar muito a sair". Esteve anunciado para outubro passado, mas teve de ser adiado.

"Entretanto fiquei grávida e queria esperar para ter mais disponibilidade para quando disco saísse", explicou-nos Ana Moura, sem querer avançar para já o nome do disco, que numa reportagem da RTP em casa da fadista chegou a ser referido como "Andorinhas".

Ora, "Andorinhas" é exatamente o nome do primeiro tema avançado por Ana Moura deste novo trabalho. Foi revelado em abril do ano passado e assenta numa letra já a dar mostras da evolução que estava a ser preparada na obra da artista: o recurso à eletrónica e a influências pouco habituais no contexto do Fado.

“O tema ‘Andorinhas’ tem sabores tanto de fadistas como minhotos, porque eu também tenho raízes ali, o meu pai é do norte. Mas depois há o ‘Jacarandá’ e o ‘Agarra em mim’, que têm a cadência da sensualidade da Kizomba", referiu Ana Moura, filha de pai português e mãe angolana.

Outro tema do novo disco já conhecido é "Agarra em Mim", que mereceu um videoclipe gravado com Ana Moura grávida e que termina com as primeiras imagens públicas de Emília, a filha bebé da fadista com Pedro Mafama, o marido e produtor do novo disco, que também canta neste tema.

"Jacarandá" e "Agarra em Mim" são dois dos nove temas onde mais se sente a cadência angolana, já ensaiada também em "2020", uma colaboração com o produtor Branko, que fez parte dos Buraka Som Sistema, e com Conan Osíris, e que fez parte do alinhamento deste primeiro grande concerto fora de Portugal.

"2020" surgiu em março de 2021 como "uma homenagem a todas as pessoas que viveram a escuridão que 2020 trouxe".
Em setembro chega o novo álbum de "batida fado" da autoria de Ana Moura.



Artigos Relacionados


PROCURA e OFERTA de Músicos!
Não procure mais... está tudo aqui!

Redes Sociais

     

Newsletter

Mantenha-se actualizado com as novidades do Fado.

Portal do Fado

©2006-2024  Todos os direitos reservados.